sábado, 9 de maio de 2009

RJ - CUBA FAZ CONVÊNIO COM MACAÉ

Rio - O prefeito de Macaé, Riverton Mussi, assinou em Cuba protocolo de intenções com o vice-ministro das Relações Exteriores, Orlando Requeijo, firmando um intercâmbio entre o município e a república socialista nos setores de educação, saúde, esporte e políticas para a mulher.

“Em Macaé, priorizamos setores que dão base para construção da cidadania e o bem-estar familiar, como a educação e a saúde, e incentivamos a prática esportiva, começando pelo esporte de base. Em Cuba, conhecemos projetos diferenciados nesses setores e queremos aproveitar as experiências para intensificar ações positivas em Macaé”, asseverou Riverton Mussi ao chegar à cidade.

POR UMA GESTÃO INOVADORA
A vice-prefeita Marilena Garcia avaliou que a missão oficial a Cuba proporcionou a troca de experiências em programas diversos de educação, como na área de alfabetização, além do “Melhoramento da Qualidade Educativa”, que integra todos os níveis de ensino e a pós-graduação. “A viagem a Cuba reforçou ainda mais o compromisso do poder público municipal em traçar políticas públicas inovadoras e eficazes para Macaé”, comentou a vice-prefeita.

O secretário de Governo, André Braga, ressaltou que o país da América Central desenvolve programas sociais a custo baixo e com resultados a curto, médio e longo prazo. Ele lembrou que, em Cuba, os ensinos Fundamental, Médio e Superior são gratuitos a todos os cidadãos e a educação é obrigatória até o nono ano. “Em cima de estatística, como a alta expectativa de vida em Cuba e a baixa mortalidade infantil, percebemos a importância de continuar projetos como o Saúde da Família e, cada vez mais, incrementar as políticas estruturantes em Macaé”, destacou Braga.

ALFABETIZAÇÃO

O protocolo de intenções assinado entre o prefeito de Macaé e o vice-ministro das Relações Exteriores de Cuba tem destaque para a implementação do método cubano de alfabetização de jovens e adultos. A expectativa é de que o projeto de alfabetização seja implantado em curto prazo em Macaé, contando com o apoio de Cuba, prefeitura e sociedade civil organizada.

Diversos programas foram discutidos a fim de levar à população de Macaé o maior número de projetos sociais desenvolvidos com êxito pelo governo cubano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário