sábado, 20 de junho de 2009

CUBA - Revolução também na Educação

Educação cubana resgatando valores e produção.   .

Havana, 20 jun (Prensa Latina) O sistema educacional de Cuba priorizará a formação de valores e a participação em atividades produtivas, em sintonia com as necessidades do país, divulgou hoje a imprensa nacional.
Os jornais Granma e Juventude Rebelde destacaram uma recente reunião entre membros do governo cubano e da União de Jovens Comunistas, onde analisaram linhas conjuntas de trabalho.
O primeiro vice-presidente de Cuba, José Ramón Machado Ventura, chamou aos estudantes a ajudar no aproveitamento das terras que permanecem ociosas por falta de força de trabalho.
Miguel Díaz-Canel, ministro de Educação Superior, admitiu que a dualidade estudo trabalho se debilitou durante um tempo, ainda que já os universitários começam a participar em tarefas agrícolas.
Díaz-Canel destacou a urgência de eliminar o elitismo do nível superior, para formar um graduado que seja bom profissional e um melhor patriota.
A ministra de Educação, Ena Elsa Velásquez, disse que o próximo curso escolar priorizará a formação em valores, concebida a partir da exemplaridade do professor e a melhor preparação da classe.
Agregou que o ensino da História de Cuba será priorizado, com uma maior freqüência de classes e um sistema de avaliação mais rigoroso, que incentive o esforço do aluno.
Além disso, Velásquez confirmou o aumento na captação de alunos para estudar carreiras pedagógicas, no entanto trabalhará para elevar ainda mais o nível do corpo docente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário