segunda-feira, 24 de maio de 2010

RN - I Convenção Estadual

O miniauditório do IFRN ficou lotado durante a I Convenção Estadual da Associação Cultural José Martí, realizada pela Casa da Amizade Brasil/Cuba (21/5). O evento contou com a presença do cubano Fabio Simeon González, representante de Relações Internacionais do Instituto Cubano de Amizade com os Povos (ICAP). São mais de duas mil e duzentas casas de amizade espalhadas pelo mundo levando a solidadade de vários povos à Cuba. Pouco antes da palestra Fabio, Olavo e Amaro foram recebido pelo Reitor do IFRN, Belchior de Oliveira.


 


Bastante emocionado o presidente da Casa da Amizade no RN, Olavo Queiroz, convidou Fabio Simeon, o professor Juliano Siqueira, a representante do Grêmio Estudantil do IFRN, Larita, e o presidente da Associação dos Anistiados no RN, Mery Medeiros, para compor a mesa de debates. Essa é uma oportunidade rara de ter um cubano preparadíssimo. Fábio foi vice-cônsul de Cuba na cidade do México. É claro que aqui não vamos ter nenhuma forma de censura, façam mesmo as perguntas que derem vontade, por que é a chance da gente entender o que acontece em Cuba e contrapor o que aparece na grande mídia, afirmou Olavo.


O professor Juliano Siqueira começou declarando Cuba como a sua segunda pátria de coração. Como amo aquele país. Como eu admiro aquele povo irmão, que teve a vontade e determinação revolucionária de mudar o destino da América Latina. Cuba é um exemplo para o mundo. Aquela pequena ilha de 111 mil quilômetros quadrados e 12 milhões de habitantes mudou toda a américa. Ele denunciou a pressão mediática sofrida por Cuba e disse que Guantánamo é um campo de Tortura produzido pelos Estados Unidos da América do Norte. Guantãnamo equivale a uma área de 112 quilômetros quadrados do território cubano, ocupada pelo imperialismo norteamericano.


Em nome do grêmio estudantil, Talita falou que É importante esse contato com a outra face da moeda, para ver que as coisas podem funcionar de outra forma que não seja no capitalismo.


Segundo Mery Medeiros, Esse é um momento histórico que abre uma discussão política sobre Cuba, que é vítima de uma campanha rasteira da mídia. Mery aproveitou para dedicar esse evento à Odete Roselli Maranhão, falecida em 04/5. Odete era esposa de Luiz Maranhão Filho, assassinado pela ditadura militar.


A poesia matuta do professor e poeta Zé Martins antecedeu a palestra de Fabio Simeon González.


Leia trecho da palestra


Queridos camaradas, o povo de Cuba, Fidel e Raul, ao qual me honra representar, manda um abraço solidário a todo povo do RN. Estamos percorrendo diferentes estados, participando de reuniões similares a essa praticamente no país inteiro. Uma grande oportunidade de compartilhar esse ato de afirmação solidária. O elemento central da convenção nacional que vamos celebrar em Porto Alegre, nos dias 4, 5 e 6 de junho, é proporcionar as ferramentas necessárias a todos os amigos de Cuba, para que se mantenham o mais informados possíveis, para que não se deixem enganar pela campanha mediática dos grandes meios de comunicação, que estão sendo realizadas pelos inimigos da revolução, pela máfia americana e, em particular, pelo imperialismo da CIA.Teremos também o propósito de celebrar os 50 anos de aniversário da fundação do Instituto Cubano de Amizades com Povos. Esse movimento, neste momento em todo o Brasil, cresce e se fortalece. Mas a grande imprensa é incapaz de publicar a verdade sobre a revolução.


Durante a palestra houve um intervalo para a exibição de um vídeo sobre os ataques patrocinados pelos sucessivos governos dos Estados Unidos contra Cuba. Logo após, vários participantes fizeram intervenções e perguntas sobre a guerra mediática contra Cuba, dissidentes, damas de blanco, greve de fome e os cinco heróis cubanos presos nos EUA por lutarem contra o terrorismo.


O Coletivo Foque de Comunicação entrevistou Fabio Simeon González pouco antes do evento. Leia a entrevista completa segunda-feira em nosso site. www.foque.com.br


Fonte: http://www.foque.com.br/fabio-semeon.php 

Nenhum comentário:

Postar um comentário