domingo, 9 de junho de 2013

Mais informações sobre a Convenção Gaúcha


IMG_5756
Texto: Alexandre Haubrich, Jornalismo B
Fotos: Bruna Andrade, Jornalismo B

Como preparação para a Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba e para ouvir a consulesa cubana Ivete Martinez, quase cem pessoas enfrentaram a neblina da manhã de sábado em Porto Alegre e estiveram na Convenção Estadual, no AFOCEFE-Sindicato. Na mesa, acompanhando a consulesa, estiveram ainda o ex-governador Olívio Dutra (PT), o economista e assessor do deputado Raul Pont (PT), Ubiratan de Souza, a diretora do Núcleo de Economia Solidária, Nelsa Nespolo, e a vereadora Jussara Cony (PCdoB). A mesa foi conduzida pelo presidente da Associação Cultural José Martí do Rio Grande do Sul (ACJM-RS), organizadora do encontro, Ricardo Haesbaert.
Jussara foi a primeira a falar, e destacou a importância das lutas anti-imperialistas, ressaltando o papel de Lula e Dilma. “Cuba é um farol”, afirmou.
Nelsa falou em seguida, e, como representante também do governo do Estado, falou sobre as crescentes parcerias entre os governos gaúcho e cubano, ressaltando a experiência mais recente, com a vinda de dez agricultores cubanos para trocas de experiências em economia solidária.
O ex-governador Olívio Dutra foi o participante mais celebrado e aplaudido durante toda a Convenção. Olívio lembrou histórias das duas vezes em que esteve em Cuba, a primeira delas ainda como líder sindical, falando sobre problemas e soluções com que se deparou na ilha. Sobre a luta pela construção de solidariedade a Cuba, opinou: “Se o povo brasileiro tivesse mais informações estaria reforçada esta luta”.
A consulesa de Cuba Ivete Martinez fez uma exposição didática, repassando alguns dos temas mais importantes para entender a sociedade cubana atual. Falou sobre o bloqueio econômico, as atualizações na economia do país e a importância da solidariedade internacional, não deixando de lembrar o grande herói nacional, José Martí. Ivete ainda teve uma segunda fala, ao final do encontro, na qual lembrou os Cinco Heróis cubanos, antiterroristas presos nos Estados Unidos, e lamentou a pouca informação que circula sobre o assunto.
Ubiratan de Souza foi o último a falar, e fez um relato sobre sua última ida a Cuba, da qual acaba de voltar. Apresentou a visão que teve a respeito das atualizações do modelo econômico. Segundo a análise de Ubiratan, “Cuba pulou uma etapa, foi direto do capitalismo para o comunismo”, e isso gerou dificuldades posteriores: “O que está sendo feito é uma atualização do socialismo”, disse.
Já no início da tarde, após diversas manifestações da plateia, o presidente da ACJM fez a leitura da carta final do encontro, antes de a jornalista Vânia Mattos apresentar o novo site da Associação.
A Convenção foi encerrada com uma apresentação cultural, a cargo do músico Ciro Ferreira, que cantou músicas próprias e de outros compositores históricos da música folclórica latino-americana.
Ciro despediu-se dos presentes ao som das palavras de Silvio Rodríguez:
He estado al alcance de todos los bolsillos,
Porque no cuesta nada mirarse para dentro.
He estado al alcance de todas las manos
Que han querido tocar mi mano amigamente.
IMG_5623
IMG_5625
IMG_5631
IMG_5649
IMG_5655
IMG_5658
IMG_5691
IMG_5695
IMG_5699
IMG_5709
IMG_5712
IMG_5720
IMG_5723
IMG_5727
IMG_5730
IMG_5732
IMG_5737
IMG_5670
IMG_5669
IMG_5683
Retirado de Jornalismo B

Nenhum comentário:

Postar um comentário