EUA está chateado com o próprio desamparo, diz presidente de Cuba

by - 14:17



EUA está chateado com o próprio desamparo, diz presidente de Cuba




O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, afirmou hoje que os Estados Unidos estão chateados com sua própria impotência em meio à intensificação da hostilidade contra a ilha.
Ele cruelmente nos bloqueia (Washington) e nos condena a mais privações em meio à pandemia de Covid-19, escreveu Díaz-Canel em sua conta no Twitter.
"É escandaloso ver como ele mente e calunia", acrescentou o presidente, compartilhando um tweet do ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, no qual denunciou a campanha dos EUA contra a cooperação médica de Cuba.
O país enfrenta o coronavírus SARS-CoV-2, protege seu povo e compartilha esforços com outros ao redor do mundo, acrescentou o chefe de Estado.
Enquanto em outra mensagem em sua conta @DiazCanelB, o dignitário destacou sua indignação ao ver como o império bloqueia, acusa, mente e calunia uma nação soberana pequena e nobre, corajosa, firme e solidária.
O comentário de Díaz-Canel refere-se à refutação do Ministério das Relações Exteriores (Minrex) de acusações da revista americana Newsweek sobre supostas ligações ao narcotráfico.
O Minrex rejeitou oficialmente em uma nota diplomática para a Embaixada dos Estados Unidos aqui as informações de um "alto funcionário" do Departamento de Defesa dos Estados Unidos que alegava ter evidências de tráfico de drogas entre Venezuela e Cuba.
O governo dos Estados Unidos e suas agências especializadas têm elementos mais do que suficientes para negar as alegações difamatórias, acrescentou o ministério das Relações Exteriores em sua nota.
Washington está ciente, acrescentou, que Cuba tem uma política de tolerância zero contra o narcotráfico e participa ativamente de iniciativas e programas regionais e globais para enfrentar o consumo de entorpecentes.
As autoridades cubanas contrastaram as recentes acusações com o Relatório 2020 sobre a Estratégia Internacional de Controle de Narcóticos, um documento do Departamento de Estado que reconhece que "Cuba não é um grande consumidor, produtor ou ponto de trânsito de drogas ilícitas".
No mesmo texto, a entidade dos EUA afirmou que a ilha dedica recursos significativos para impedir a propagação de drogas ilícitas e seu uso, e os traficantes regionais geralmente evitam a maior das Antilhas.
A publicação da Newsweek se une à recente campanha da Casa Branca para vincular os líderes do governo venezuelano ao terrorismo com drogas.
Em 26 de março, o Departamento de Justiça anunciou acusações nesse caso contra as principais figuras do governo venezuelano e ofereceu recompensas milionárias por informações sobre o presidente Nicolás Maduro e outros altos funcionários.

http://cubasi.cu/es/noticia/eeuu-se-molesta-por-su-propia-impotencia-afirma-presidente-de-cuba?fbclid=IwAR2qs8IWviYYyUsiR7rRyOVOLiMQ7s6E1vu_01g1ChM93A4Qw6U9b1GdSB4

You May Also Like

0 Comments