Playa Girón - A derrota do imperialismo Yankee

by - 20:33



Há 59 anos Fidel escorraçava os mercenários
gringos na frustrada invasão da Baía dos Porcos 



No dia 18 de abril de 1961, há exatos 59 anos, o povo cubano, liderado em pessoa pelo Comandante Fidel Castro, impunha ao império norte-americano sua primeira e fragorosa derrota militar. Naquela manhã chegava ao fim a frustrada invasão da Baía dos Porcos – ou Playa Girón, como dizem os cubanos.

Após 72 horas de batalha, os cubanos escorraçaram a chamada Brigada 2506, armada, treinada e financiada pela CIA e comandada, da Casa Branca, pelo presidente Kennedy e pelo diretor da CIA, Allen Dulles. Do lado cubano, a resistência foi liderada por Fidel, Raúl, Ché Guevara, Juan Almeida, José Ramón “Gallo” Fernández e Efigênio Ameijeiras, com a ativa participação de três comandantes comunistas espanhóis, heróis da Guerra Civil Espanhola e da II Guerra Mundial, Francisco Ciutat de Miguel, Enrique Líster e Alberto Bayo. Participaram também da resistência os assessores militares soviéticos Vadim Kochergin e Victor Simanov.

Do lado cubano a invasão deixou 176 mortos e quinhentos feridos. Do lado americano as baixas foram de 122 mortos, 360 feridos e 1202 norte-americanos e mercenários cubanos de Miami capturados com vida. Os presos seriam libertados meses depois, em troca de quatro cargueiros enviados pelos EUA, repletos de remédios e alimentos para crianças.

Foram derrubados dois aviões norte-americanos B-26, com as insígnias das Forças Armadas Revolucionárias pintadas na fuselagem, e afundados dois navios de guerra dos EUA. Um destes, o “Houston”, foi a pique depois de atingido por um disparo efetuado pessoalmente por Fidel de um canhão antitanque instalado no blindado soviético Samokhodnaya Ustanovka (SAU-100).

As fotos abaixo são do comandante Fidel Castro e foram feitas durante os três dias em que duraram os combates.

Como dizem os cubanos, una derrota más del imperialismo yanqui y de sus lacaios en latinoamérica.

(autor desconhecido)








You May Also Like

0 Comments